Minha Vida (Não Tão) Perfeita – Sophie Kinsella

Minha Vida (Não Tão) Perfeita - Sophie Kinsella | Dani Que Disse

“Para todos os lados que Katie olha, alguém está vivendo a vida com a qual ela sempre sonhou. Principalmente sua chefe, a brilhante Demeter Farlowe, que tem a família perfeita, mora em uma mansão e veste roupas da moda. Katie, por outro lado, dorme num quarto minúsculo no apartamento que divide com duas pessoas, bem longe do trabalho. E, no escritório, ela é apenas a novata que faz malabarismos para que o salário dure o mês inteiro.

Talvez isso explique por que ela posta no Instagram todas aquelas fotos que não são tão verdadeiras assim…

Então, quando as coisas começam a entrar nos eixos, o pior acontece: Demeter demite Katie. Devastada, mas determinada a se manter otimista, Katie resolve passar uns dias em sua cidade natal, no interior, e ajudar a família no novo negócio: um camping de luxo. Uma semana depois, Londres nunca esteve tão distante… Até que “certa pessoa” resolve conhecer de perto o glamping do momento.”

Olha, tenho que confessar que não estava esperando o que esse livro entregou. Aliás, eu não sabia muito da história quando comprei. Só tinha visto por alto que a vida da protagonista não era como ela postava no Instagram. E como o livro é da Sophie Kinsella, me dei o luxo de comprar sem nem ler a sinopse, hehe. Ainda bem que o livro é da SK, então, esse “tiro no escuro” acertou totalmente!

Em “Minha Vida (Não Tão) Perfeita”, conhecemos Katie. Ou melhor, Cat. É assim que ela quer ser chamada em sua vida “cheia de glamour” (que está, no momento, em construção) em Londres. Ela é assistente em uma agência de publicidade e tem a chefe com a vida mais perfeita ever.

Demeter Farlowe é a primeira a conhecer restaurantes, visitar os points do momento, usar as roupas da moda, tem uma casa maravilhosa, uma família perfeita e exige que tudo em sua vida seja orgânico. Ah, ela também ganhou vários prêmios pelo seu trabalho e é muito conhecida no meio. Só que, apesar da vida perfeita que possui, Demeter tem muitos problemas em seus relacionamentos pessoais. Ela é grosseira, extremamente egocêntrica e parece não ligar para ninguém, o que faz com que seja odiada pelos colegas de trabalho de Cat.

Mas quando Cat olha para a mulher, só consegue ver todo seu sucesso e a vida perfeita que ela queria para si quando se mudou para Londres. E ela acredita que um dia vai chegar lá. Mas, por enquanto, tudo que ela tem é um quartinho minúsculo, roupas penduradas em uma rede, refeições nada fotogênicas nem muito gostosas e dinheiro contadinho para viver na cidade. O que, na verdade, não tem problema, pois ela posta fotos no Instagram como se tivesse uma vida perfeita. E isso é o suficiente para ela.

Minha Vida (Não Tão) Perfeita - Sophie Kinsella | Dani Que Disse

Até que um dia Demeter a demite (de uma maneira bem ruim) e seu mundo desmorona. Seu sonho de morar em Londres foi por água abaixo e ela acaba voltando para a fazenda que cresceu para ajudar seu pai e sua madrasta em seu novo negócio: um acampamento extremamente luxuoso. Só que ela resolveu esconder dos familiares que foi demitida. Quer dizer, isso é só temporário, não teria problema nenhum eles ficarem sem saber.

E estava tudo bem, até que sua ex-chefe (lembra que ela era viciada em conhecer coisas antes de todo mundo?) aparecer por lá com a família. Katie (sim, ela voltou a usar o apelido antigo) agora terá que fazer o possível para que Demeter não se lembre dela e não desmascare a sua mentira. E, bom… Já que ela está ali… Que tal aproveitar e fazer uma vingancinha de leve?

Cara, que livro! Já deu para perceber que ele é um chick-lit totalmente diferente do esperado quando ouvimos o nome Sophie Kinsella, né?

Quer dizer, é claro que temos os principais pontos de uma boa história de chick-lit por aqui: uma protagonista engraçada, cenas hilárias e que você não acredita que estão acontecendo,  e romance! Mas esse romance fica completamente em segundo plano na história (você percebeu que eu nem comentei sobre ele no meu resumo ali em cima?).

E olha, acredita que eu não achei tão ruim? Claro que gostaria de mais cenas do casal junto, eu sou uma romântica incorrigível afinal de contas, mas eu me diverti tanto com os momentos de Katie e Demeter juntas e com a força de vontade e crescimento pessoal da protagonista, que a leitura de “Minha Vida (Não Tão) Perfeita” vale só por conta disso!

Minha Vida (Não Tão) Perfeita - Sophie Kinsella | Dani Que Disse

Aliás, uma coisa que achei bem interessante foi que Sophie Kinsella trouxe uma protagonista com o sonho de crescer em sua carreira. Ela não é uma viciada em compras; ou alguém que perdeu o anel de noivado; ou alguém que casou por impulso com um ex namorado e foi para a lua-de-mel na Grécia. Katie é completamente pé no chão, tem seus objetivos para a carreira e é uma millennial completa ao postar fotos de momentos felizes em seu Instagram e acreditar cegamente que a vida dos outros é só o que é mostrado em seu feed.

Falando no Insta, é aqui que eu vejo a maior “cutucada” da autora. Katie pensa que todos possuem a vida perfeita que demonstram na internet. Quer dizer, não só no mundo online, ela vê recortes de vida que as pessoas mostram no seu dia a dia e acredita que todos os momentos são assim.

É aí que ela se engana (e nós também nos enganamos). Ela mesmo posta fotos bonitas, mas que não fazem parte de sua vida e não mostram os dias ruins. Katie (e nós) se esquece que as coisas que aparecem no Instagram são os momentos que as pessoas desejam mostrar para os outros. E ninguém aqui quer expor na internet aquela foto da briga com o namorado, um boomerang quando pisa no cocô de cachorro na rua ou um vídeo seu em um momento ruim, certo?

E olha… Você já viu o seu feed? Já pensou que alguém pode ver a sua vida como perfeita? Pois é, mas você não acha ela nem um pouquinho perfeita, né? O mesmo acontece com a vida dos outros! A vida de ninguém é perfeita, e isso não tem problema nenhum.

Minha Vida (Não Tão) Perfeita - Sophie Kinsella | Dani Que Disse

Gostei muito dessa reflexão que Sophie Kinsella trouxe em “Minha Vida (Não Tão) Perfeita” e acho que ele se destaca entre todos os seus livros justamente por isso. Sophie entrega uma história completamente atual e que muitas meninas da faixa etária da protagonista (tipo eu!) vão facilmente se identificar.

E sabe o que eu estava pensando? Esse livro daria uma ótima comédia romântica. Lembra que no post que fiz sobre 10 comédias românticas para assistir na Netflix eu contei que esse tipo de filme caiu no esquecimento muito por conta das mulheres de hoje não buscarem só romance em sua vida? Pois bem, já deu para perceber que nesse livro Katie também não busca só isso, certo? 😉

Com uma leitura fluida, personagens cativantes e bem construídos, uma protagonista que possui um crescimento claro conforme as páginas vão passando e com um pequeno choque de realidade, “Minha Vida (Não Tão) Perfeita” é uma leitura totalmente refrescante para o gênero chick-lit e que vai te deixar com um sorrisinho no rosto quando terminá-lo. Sem contar a motivação passada por Katie através das páginas, que fará você se encher de gás e ir atrás do que você quer para a sua vida.

Minha Vida (Não Tão) Perfeita - Sophie Kinsella | Dani Que Disse

Nome original | My (not so) perfect life
ISBN | 9788501109927
Editora | Record
Páginas | 406
Autora | Sophie Kinsella

E aí, o que você achou desse livro? Se interessou pela leitura? Me conta nos comentários!

Mais sobreDanielle

Carioca apaixonada por brigadeiro e batata-frita. Não necessariamente nessa ordem.

3 pensamentos sobre “Minha Vida (Não Tão) Perfeita – Sophie Kinsella

  1. Jacy Toledo

    Vou comprar! Adoro a SK e amei a resenha! Thanks!!

    Responder

  2. Thais Gualberto

    SIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIM SIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIM SIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIM <3
    Não só concordo plenamente com a resenha como em alguns momentos vi em Demeter algumas pessoas ao meu redor (sob os vários aspectos de Demeter aos quais fomos apresentadas no livro). Sinceramente, acho que precisamos de um almoço para discutirmos esse livro HAHAHAHAHA
    E ADORARIA que virasse filme, porque seria de morrer de rir no Glamping!

    Aliás, estava morrendo de saudades daqui… Espero não ficar distante por tanto tempo outra vez <3
    Beijos,
    Thaís

    Responder

  3. Clayci

    Temos um gosto literário muito parecido, Dani. hahaha
    Eu ainda não consegui comprar esse livro e estou quase aproveitando a promoção na amazon.
    Quero muito ler <3

    Beijos

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *