Disney Friday DQD – Alô, Amigos

Oba! Hoje é dia de mais uma Disney Friday aqui no Dani Que Disse! Como eu contei para vocês lá no primeiro post, em duas sextas-feiras de cada mês, eu trarei um especial recheado de informações, curiosidades e minha opinião a respeito de um dos clássicos Disney.

É também nesse mesmo post que você poderá baixar uma checklist incrível para marcar todos os filmes Disney assistidos.

Disney Friday DQD – Alô, Amigos | Dani Que Disse

Então, vamos para nossa próxima parada cinematográfica? Dessa vez é ainda mais especial, pois inclui um personagem BRASILEIRO! Vem ler tudo sobre “Alô, Amigos”!

ALGUMAS CURIOSIDADES

“Alô, Amigos” foi o sexto filme lançado pelo Walt Disney Animation Studios. A história de sua produção é bem interessante, pois se mistura com o que acontecia no mundo naquela época.

Como sabemos, desde meados dos anos 1930, aconteceu a Política da Boa Vizinhança, no qual o governo americano procurava se aproximar cada vez mais dos países latino-americanos, expandido seu American Way of Life e tentando, dessa forma, promover a cooperação e solidariedade entre os países americanos.

Disney Friday DQD – Alô, Amigos | Dani Que Disse

Durante a Segunda Guerra Mundial, esses laços tiveram que ser estreitados ainda mais, pois os Estados Unidos temiam que os países latinos se aliassem à Alemanha.

Como forma de agradar ainda mais o povo latino, foi sugerida uma visita à América do Sul para Walt Disney. O governo americano arcou com todas as despesas de viagem da Disney e seu grupo, bem como garantiu 300 mil dólares para que os Estúdios Disney produzissem um filme com temática latina. E foi assim que a aventura de Walt Disney pela América do Sul começou e levou sua equipe por onze países, nos quais faziam relações públicas e coletavam material para seus filmes.

“Alô, Amigos” é o resultado dessas viagens. É um filme separado em quatro curtas, que mostra momentos das viagens do grupo pela América do Sul e os desenhos criados.

Disney Friday DQD – Alô, Amigos | Dani Que Disse

Outras informações interessantes (incluindo, é claro, a passagem de Walt Disney pelo Brasil!):

  • Walt Disney chegou ao Brasil em 17 de agosto de 1941. Desembarcou no Aeroporto Santos Dumont e, no dia seguinte, deu uma entrevista na Associação Brasileira de Imprensa, na qual explicou que veio ao Brasil procurando paisagens sul-americanas, pois queria incorporá-las em seus filmes. Também desmentiu um boato de que construiria algum estúdio no Brasil ou na Argentina;
  • Walt Disney, sua esposa e algumas pessoas se hospedaram no Copacabana Palace (é claro!), enquanto o resto ficou no Hotel Glória. Toda a equipe conheceu vários pontos turísticos da cidade, incluindo o Pão de Açúcar e Jardim Botânico;
Disney Friday DQD – Alô, Amigos | Dani Que DisseWalt Disney na praia
  • Walt adorou tanto o Brasil que estendeu sua viagem: passou de apenas uma semana para quinze dias;
  • Nos créditos da abertura de “Alô, Amigos” aparece a seguinte mensagem: “With sincere apreciation for the courtesy and cooperation show us by artists, musicians and our many friends of America Latina” (Com a sincera apreciação pela cortesia e cooperação demonstrada pelos artistas, músicos e nossos amigos da América Latina);
  • O filme possui apenas 42 minutos de duração;
  • “Alô, Amigos” serviu como teste para uma nova maneira de Walt fazer filmes, mais rápida e mais barata, condizente com o período da Guerra e Pós-Guerra. Após o sucesso, vários filmes foram lançados nesse estilo;
Disney Friday DQD – Alô, Amigos | Dani Que DisseWalt Disney, Getúlio Vargas e as esposas
  • A première mundial aconteceu no Rio de Janeiro, em 24 de agosto de 1942. Foi a primeira animação da Disney a ser exibida na América do Sul antes dos Estados Unidos. Por lá, o filme foi lançado em 6 de fevereiro em 1943;
  • Recebeu três indicações ao Oscar: melhor trilha sonora de filme musical, melhor som, e melhor canção original;
  • A música “Aquarela do Brasil”, hoje conhecida no mundo inteiro, obteve sucesso após seu uso em “Alô, Amigos”;
  • Foi um dos primeiros filmes da Disney a ser lançado em VHS no Brasil, no final dos anos 1980;
  • É o primeiro filme a misturar desenhos animados e pessoas;
  • Inicialmente, os curtas seriam lançados separadamente, mas Walt decidiu juntá-las em um filme por imaginar que, caso fossem lançadas individualmente, as animações só interessariam aos países retratados em cada uma delas;

Disney Friday DQD – Alô, Amigos | Dani Que Disse

  • Existe um documentário chamado “South of the Border with Walt Disney” (disponível como extra no DVD) que mostra como foi sua passagem pela América do Sul e ainda tem alguns rabiscos de curtas que acabaram não sendo produzidos;
  • O nosso personagem brasileiríssimo, Zé Carioca, surgiu neste filme. Seu nome foi criado a partir do pensamento de que José é um nome comum em países sul-americanos e seu sobrenome foi consequência da visita da Disney ao Rio de Janeiro;
  • No Brasil, chamamos apenas de Zé Carioca, enquanto nos Estados Unidos e França, ele se chama Joe Carioca. Já na Espanha e no resto da América Latina, é Pepe Carioca. Somente na Itália é chamado de José Carioca;
  • O dublador de Zé Carioca foi José Oliveira, que era paulista (!!!).

E O QUE EU ACHEI?

Olha, tenho que confessar que não dava nada por esse filme, mas ele me surpreendeu positivamente. Foi a primeira vez que assisti e gostei, principalmente, do curta que aparece o Zé Carioca, é claro.

Mas deixa eu te explicar direitinho como é o filme: “Alô, Amigos” é uma mistura de documentário com curtas. Nele, temos cenas da viagem de Walt Disney e sua equipe pela América do Sul, alternadas com os curtas que foram feitos a partir das informações coletadas.

Disney Friday DQD – Alô, Amigos | Dani Que Disse

Ao todo, são quatro animações (que representam um país cada):

  • Lago Titicaca (Peru) – conta a história de uma visita de Donald (o típico turista americano) ao território Inca;
  • Pedro (Chile) – um aviãozinho chileno que precisa ir até Mendoza, sobrevoando o monte Aconcagua, para pegar a bolsa do correio;

Disney Friday DQD – Alô, Amigos | Dani Que Disse

  • O Gaúcho Pateta (Argentina) – Pateta se transforma de um típico cowboy americano em um gaúcho argentino e nos mostra um pouco de seu modo de vida;
  • Aquarela do Brasil (Brasil) – Zé Carioca convida Donald para conhecer o Rio de Janeiro e mostra algumas coisas típicas, como samba e cachaça.

No geral, os quatro curtas são interessantes. O que chama menos atenção é a história do aviãozinho Pedro (por não ter nenhum personagem típico da Disney) e o que chama mais atenção é (claro!) Aquarela do Brasil.

Disney Friday DQD – Alô, Amigos | Dani Que Disse

Bom, sem querer puxar sardinha para o nosso país, mas o curta é realmente o mais interessante dos quatro. Ele é muito bonito visualmente, começando com diversas aquarelas sendo pintadas na tela, enquanto se escuta Aquarela do Brasil. Depois vemos o surgimento de Zé Carioca, que logo dá um abraço em Donald e fala que o quer levar para conhecer vários pontos do Rio de Janeiro. Sendo o típico brasileiro amigável, simpático, que adora ajudar e mostrar sua cidade. Zé Carioca é realmente brasileiro!

Disney Friday DQD – Alô, Amigos | Dani Que Disse

Um ponto que achei bem interessante nos curtas (e voltando um pouco ao momento mundial que ele está inserido) foi a forma como os turistas americanos foram retratados. Tentaram passar o alívio cômico através deles e meio que os transformaram em alguém “pastel”, ao contrário dos personagens de cada lugar. Sem contar a forma que mostraram os países, com paisagens belas, cultura legal e interessante.

Enfim, é um ótimo filme para passar o tempo e ver como Walt Disney se inseriu nessa fase de política da boa vizinhança. Mas, cá entre nós, o que mais vale a pena mesmo é o curta brasileiro. Então, caso não queira assistir ao filme inteiro, pode pular para o final, hehe.

E aí, o que achou de “Alô, Amigos”? Vai assistir? Me conta nos comentários!

Mais sobreDanielle

Carioca apaixonada por brigadeiro e batata-frita. Não necessariamente nessa ordem.

5 pensamentos sobre “Disney Friday DQD – Alô, Amigos

  1. Duane

    Mais um que assisti quando era criança em VHS e amay. Realmente, o curta brasileiro é o melhor, mas lembro de ter gostado muito do curta argentino também HAHAH. E socorro, o dublador do Zé Carioca é PAULISTA? Não tô sabendo lidar com essa informação. Achei muito legal saber toda a história por trás desse filme. Mais legal ainda é saber que o Walt gostou da Brasil ♥
    Beijos!

    Responder

  2. hellz

    OI DANI

    acredita que ainda não assisti esse todo? já vi flashes e pinceladas em outros veículos, mas nunca parei realmente pra assistir. Mas lógico que quero! Eu andei numa vibe meio obcecada pelo Walt Disney e sai caçando tudo, acabei deixando esse pra depois HAHAHAH a vibe passou, mas a curiosidade sempre é muita!
    Esse filme que fez todo mundo achar que a Carmem era Brasileira, né?

    beijo
    http://www.beinghellz.com.br

    Responder

  3. Aline Amorim

    Eu não sabia da existência desse filme. Fiquei com vontade de assistir, ainda mais porque meu pai é fã do Zé Carioca!
    Beijos

    Responder

  4. Lívia Madeira

    nossa, eu super lembro desse desenho com o donald e zé carioca que tocava aquarela brasileira, eu A-D-O-R-A-V-A! super bacana saber mais sobre

    http://www.tofucolorido.com.br
    http://www.facebook.com/blogtofucolorido

    Responder

  5. Clara Rocha

    Caraca Dani, quando eu penso em Disney eu penso em você sem brincadeira! Você é a menina que mais entende do assunto e eu fico impressionada com seus conhecimentos. Confesso que esse universo não me atrai tanto, quanto atrai as outras pessoas. Mas você falando tantas coisas interessantes e eu estando mais por dentro do contexto (até mesmo da música usada para o doc) fiquei mais curiosa para ver. Quem sabe um dia eu não assista?! e ai te conto o que achei. ♥

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *