Trilogia “A Seleção” – Kiera Cass

Hoje teremos três resenhas de uma vez por aqui! Confesso que não tinha me interessado muito pelos livros até ganhar de amigo-oculto de uma amiga, que aparentemente sabe direitinho do que eu gosto de ler, hahaha!

A trilogia se passa no país de Iléa, localizado onde hoje são os Estados Unidos. Ele foi formado após a Quarta Guerra Mundial, voltou ao regime monárquico e sua população foi dividida em 8 castas, que ditam no que cada um trabalha. Entende-se que a casta Um é a família real e a casta Oito as pessoas com menos condições.

America Singer pertence a classe Cinco, onde as pessoas possuem trabalhos relacionado às artes. Apesar de não estar na última casta, sua família passa por grandes dificuldades. Ela namora escondido há 2 anos com Aspen, um garoto da classe Seis. Apesar das famílias dos dois serem amigas, por conta da casta inferior do garoto, ela não pode contar aos pais sobre seu relacionamento. Mesmo assim, sonha em um dia casar com ele.

Sua mãe, a quem ela descreve como uma “alpinista social”, insiste para que a filha se inscreva na Seleção, que é a oportunidade do príncipe Maxon escolher uma esposa. Sim, você leu certo. É uma tradição no país, onde o príncipe é obrigado a casar com uma menina plebeia dentre as participantes. No total são 35 meninas, uma de cada distrito. Também sabemos que as princesas não se casam através de uma Seleção e sim de maneira estratégica, para conseguir alianças para Iléa. Além disso, todas as meninas de casta inferior que estão entre as 35 escolhidas sobem automaticamente para a classe 3. Podem chegar até a 2 se ficarem entre as 10 finalistas e a vencedora e toda a sua família se tornam classe 1.

America não queria se inscrever, mas sua mãe faz sempre questão de lembrá-la que a sua família poderia se beneficiar caso ela fosse escolhida e, após Aspen pedir a ela que participe, ela faz a vontade do namorado e da mãe, com a certeza de que não será sorteada. Acabou que o namoro foi pro ralo e ela é ~sorteada~ para ir para o castelo conhecer o príncipe. E então a história realmente começa, em um reality show onde todo o país quer saber quem será a futura rainha.

Eu gostei muito do primeiro livro, onde entendemos como o “jogo” funciona, conhecemos as participantes e, claro, vemos como o príncipe realmente é e seu relacionamento com America, que está ali sem vontade de ganhar, só pensando em voltar para Aspen. A personagem principal tem personalidade forte, suas ações são inesperadas e sempre se lembra de onde veio e de sua família humilde. Além disso, o castelo sofre ataques constantes de dois grupos rebeldes, que estão insatisfeitos com o andamento do país. Mas não foquem nessa parte, o livro é romance! Vemos um pouco da política, mas não é algo muito profundo, o principal é o triângulo amoroso.

No segundo livro, A Elite, até temos um pouco mais de informações a respeito dos grupos e entendemos mais da formação de Iléa, mas o foco é a Seleção, pois só temos 6 garotas disputando a coroa e o triângulo formado por Maxon-America-Aspen. Tenho que dizer que algumas vezes a minha vontade era de dar uns berros com a America, pra ver se ela acordava e deixava de mimimi. Apesar disso, o livro é muito bom e acaba com um super gancho para o último.

Ainda bem que já tinha os três livros para ler direto. No terceiro, A Escolha, vemos o desenrolar da história e a resolução do triângulo amoroso (só depois de, é claro, bastante mimimi da America). Gostei bastante, e me surpreendi com o que aconteceu no fim do livro. Acho que a autora poderia ter explorado um pouquinho mais a história no final, estava curiosa para ler mais do que aconteceu!

Eu sei, eu sei… Os livros parecem uma mistura de The Bachelor com Jogos Vorazes, hahahaha! Mas eu juro que são legais, leiam! <3

Ah! Foi lançado o quarto livro da série, intitulado de “A Herdeira”. Não darei spoilers, até porque em breve ele terá resenha aqui no blog.

Por último, mas não menos importante… Sou só eu que gostaria de usar esses vestidos das capas? Hahaha!

Nota: ©©©©©

ISBN 9788565765015 | Editora Seguinte | Páginas 361 | Título original The Selection | Autora Kiera Cass

Mais sobreDanielle

Carioca apaixonada por brigadeiro e batata-frita. Não necessariamente nessa ordem.

0 pensamentos sobre “Trilogia “A Seleção” – Kiera Cass

  1. Juliana Calió

    Eu tenho vontade de ler essa trilogia mesmo não sendo muito meu estilo de livro porque sempre falam tão bem. E já vi outras pessoas que não tinham interesse mas acabaram gostando.
    Mas ao mesmo tempo não sei se vou aguentar todo esse "mimimi" hahaha
    E de fato parece uma mistura dos dois hahaha
    Os vestidos são lindos mesmo, amo o segundo!

    Se um dia eu acabar lendo, te conto o que achei!

    Beijos :**

    Responder

  2. Danielle S.

    Olha, eu curto bastante desse tipo de livro, então não me surpreendi por ter gostado! E também já vi muita gente que não gosta do gênero falando super bem, então acho que vale a leitura, até porque depois que você começar… Já fica louca querendo saber como termina! Além do mais, você dá uma chance para um estilo diferente do que costuma ler 😉
    O meu vestido favorito é o terceiro, mas consigo me imaginar usando todos, são tãoooo maravilhosos!!
    Me conta sim, vou adorar saber sua opinião! 🙂

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *