Billy e Eu – Giovanna Fletcher

“Quando Sophie e Billy se conheceram e se apaixonaram, ela pensou que estava vivendo um conto de fadas. Afinal, Billy é um ator, um galã adorado por adolescentes em todo o mundo – e ele ama Sophie. Ela é a única garota para ele. Mas estar nos braços de Billy tem colocado Sophie no centro dos holofotes. Será que ela poderá lidar com todo o assédio resultante de estar com Billy? Mas, acima de tudo, estaria ela preparada para que sua mágoa fosse descoberta por toda a nação?”

Um livro com uma história um pouquinho já batida, é verdade. Mas sabe qual seu diferencial? Ter como autora alguém que é a “pessoa normal” de um relacionamento com um grande famoso. Para quem não sabe, Giovanna é casada com Tom Fletcher, vocalista da banda britânica McFLY (simplesmente minha banda favorita da adolescência).

Giovanna e a banda McFLY

Foi justamente isso que me fez ficar interessada em Billy e Eu, pois imaginava que a Gi tinha colocado um pouco de si na história de Sophie. Não fiquei muito surpresa quando vi uma reportagem especial durante o lançamento do livro na Inglaterra, na qual ela admite que passou por vários momentos parecidos com o que mostrou no livro. Ui. Pelo jeito a vida de namorada de alguém famoso não é só glamour como todas nós imaginávamos quando adolescentes.

A história é dividida em quatro partes e narrada pela Sophie May, que mora com sua mãe em uma cidadezinha e trabalha em uma casa de chá, a Tea-on-the-Hill. Sua melhor (e única) amiga é Molly, a dona da casa de chá. Certo dia a população de Rosefont Hill fica sabendo que a cidade servirá de set para a gravação de um novo filme do clássico “Orgulho e Preconceito”.

Claro que o ator principal, Billy Buskin, é um fofo e se apaixonada por ela. E óbvio que eles ficam juntos (ou não teria história haha). A partir daí, Sophie tem que lidar com uma vida totalmente diferente da que estava acostumada, com pessoas interessadas em sua vida, menos amigos do que já tinha e na qual ninguém se importa com ela (além de Billy, claro).

Apesar de o ponto principal ser o romance entre os dois personagens, vemos também tratados no livro temas como perda, amizade e autoconfiança.

Achei a história muito boa. Te prende, deixa a gente querendo saber o que acontece logo. Billy é um fofo (e que, de acordo com a Giovanna, não foi inspirado no Tom), que sonha em crescer na sua carreira e tirar aquela ideia de galã de adolescentes. Sophie é uma mulher tímida e fechada, que, confesso, achei chata, chorona e mimizenta. Claro que com o passar do livro você entende o motivo de ela ser assim e tem pena da personagem.

Giovanna e Tom

Meu único “porém” aqui fica por conta de achar que a autora corre um pouco em certas situações, cortando cenas em momentos inesperados. Apesar disso, Giovanna consegue passar exatamente como Sophie se sente e conseguimos ver o desenvolver da personagem conforme avançamos na leitura.

Acredito que a escrita da Giovanna só vá melhorar com tempo, e que sim, você deve dar uma chance a Billy e Eu! Apesar de ser um pouquinho grande, é uma leitura bem tranquila e rápida. Fico aqui torcendo para a editora lançar “Christmas With Billy and Me” e os outros livros da Gi. <3

Nota: ©©©©

ISBN 9788546555254 | Editora Phorte | Páginas 365 | Título original Billy and Me | Autora Giovanna Fletcher

Mais sobreDanielle

Carioca apaixonada por brigadeiro e batata-frita. Não necessariamente nessa ordem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *