Buenos Aires – 3° dia – Café Tortoni, Obelisco e Teatro Colón

Chegamos ao penúltimo dia da viagem! Um dia que também começou cedo, assim como todos os outros. Por volta das 10h pegamos um taxi e rumamos para o centro da cidade, mais exatamente para o Café Tortoni, local muito famoso entre turistas brasileiros (só dá a gente em Buenos Aires, hahaha).

Caso você conheça (ou seja) do Rio, ele é comparável à Confeitaria Colombo (sério, vi dia desses uma foto de lá no meu feed do Facebook e pensei que a pessoa estivesse em Buenos Aires haha). Antigo, grande, um pouco caro e comida normal. É assim que podemos definir este clássico.

O nome do café da manhã que pedimos era té del atardecer. Nele vinham duas xícaras de chá (que pedimos para trocar por café), duas taças de suco de laranja, duas medialunas, três torradas, três misto quentes, pão doce com uva-passa, mel e dulce de leche (amor eterno, amor verdadeiro).

Achei a comida bem ok, não é nada oh-meu-Deus-esse-é-o-melhor-café-da-minha-vida. A melhor coisa que saiu dali foi: comer torrada com doce de leite. Uma das melhores misturas da minha vida! Este é mais um daqueles passeios “tem que fazer da primeira vez” que eu não penso em repetir quando voltar à cidade.

Quando fomos embora, notamos que a fila já estava enorme do lado de fora (só brasileiros, é claro). Então a dica, como para tudo nessa vida é: chegue cedo!

Depois disso, caminhamos em direção à Avenida 9 de Julio (é muito fácil, fique de costas para o Café Tortoni, vire a direita e siga), para encontrar o monumento que eu apontava sempre que via ao longe: o Obelisco!

Ao chegar na Avenida, do lado esquerdo você consegue ver o prédio com o famoso desenho da Evita e ao olhar para o lado direito, lá ao longe está ele, o famoso Obelisco. Para quem não sabe, ele foi erguido em comemoração ao quarto centenário da fundação de Buenos Aires.

Testando locais para tirar fotos, encontramos o melhor ponto: sem turistas, sem postes na frente… Só você e o Obelisco!

Venha na direção em que estamos na foto (ou seja, fique de costas para o prédio da Evita e passe pelos postes)…
Que você terá essa vista de presente!

Do outro lado aonde tiramos nossas fotos, fica a pracinha que é o ponto mais famoso (e cheio) para tirar fotos com o monumento ao fundo. Eu não gostei muito de lá, pois o Obelisco pode sair cortado por conta da proximidade.

A praça é aquele espaço verde, pertinho do Obelisco

Seguindo em frente, fomos em direção ao Teatro Colón! Ele é a principal casa de ópera de Buenos Aires e é considerado um dos cinco melhores teatros em questão de acústica do mundo.

Existe uma visita guiada por ele (que é paga). Ela funciona todos os dias, inclusive feriados, das 9h às 17h. Quando eu e meu namorado fomos tentar fazer, havia uma fila de espera de 2 (!!!) horas. Infelizmente, ficou para a próxima.

Saímos do local, pegamos um taxi e rumamos para o passeio mais “macabro” da minha viagem por Buenos Aires: o cemitério da Recoleta!

Mais sobreDanielle

Carioca apaixonada por brigadeiro e batata-frita. Não necessariamente nessa ordem.

0 pensamentos sobre “Buenos Aires – 3° dia – Café Tortoni, Obelisco e Teatro Colón

  1. Rithynha

    Olá, tudo bem?

    Muito legal ver as suas dicas para conhecer Buenos Aires. Estava pensando em fazer uma viagem assim com a minha irmã. A cidade é linda né?

    Beijos e bom fim de semana!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *