Buenos Aires – 2° dia – Restaurante Don Ernesto e Feira de San Telmo

Depois de passear pelo Caminito, decidimos que iríamos almoçar em algum local perto da feira de San Telmo, para não perdemos tempo de passeio. Assim, enquanto pesquisávamos informações, surgiu o nome do restaurante Don Ernesto.

Tenho que dizer: foi um dos melhores restaurantes da viagem (senão o melhor)! A comida era deliciosa, os garçons eram simpáticos e o ambiente era bem descontraído.

Para começar, pude finalmente provar a famosa empanada argentina! Achei muito parecida com os nossos pastéis, deliciosa! O prato que pedimos foi um bife de chorizo mariposa com batatas-fritas que estava MARAVILHOSO!

O mais legal do restaurante (além da comida, lógico) é o fato de que os clientes podem escrever na parede! Quer dizer… Não só nas paredes, como em qualquer cantinho.

Chegamos por volta de 12h no Don Ernesto, que estava com poucas mesas ocupadas. Pedimos um lugar no segundo andar, no qual podíamos observar o restaurante inteiro. Quando saímos, já existiam pessoas na porta esperando por um lugar.

Claro que antes de irmos embora, deixamos nossa marca no restaurante. Lá eles têm aquelas canetas de escrever em quadro branco. É só pedir para um garçom um bolígrafo e achar um cantinho para escrever.

Depois, resolvemos que era hora de desbravar a famosa Feira de San Telmo, que só acontece aos domingos. Por isso, quando estiver planejando sua viagem, saiba que este será um passeio cheio, pois TODOS os turistas estarão o fazendo também (e muito provavelmente combinando com o passeio pelo Caminito durante a manhã).

Por conta da boa localização do restaurante, bem próximo a Plaza Dorrego, resolvemos começar nosso caminho por esta extremidade. Você também pode começar pela Plaza de Mayo, caminhando pela Calle Defensa até chegar na Plaza Dorrego.

Uma informação importante: a Feira de San Pedro Telmo é a localizada somente na Plaza Dorrego. O restante das barracas, que estão localizadas pela Calle Defensa até a Plaza de Mayo são “agregadas”, ou seja, não pertencem oficialmente à Feira de San Telmo.

Alguns artigos localizados na Plaza Dorrego

Outra coisa: notei que as barracas que ficam localizadas na Plaza Dorrego vendem mais antiguidades, como brinquedos, revistas, telefones, câmeras, vasos, copos… Enquanto as barraquinhas da Calle Defensa possuem mais souvenires, roupas, artigos de couro etc. Recomendo andar por tudo, afinal, é um passeio, não importando o que cada um vende.

Algumas coisas que podemos encontrar pela Calle Defensa

Mais importante do que a feira em si (mentira, mas é que desde antes de viajar eu falava nela), na Calle Defensa, esquina com a Calle Chile, encontra-se a famosa estátua da Mafalda! Mas agora ela não está mais sozinha, tendo a companhia de mais dois personagens das tirinhas, a Susanita e o Manolito. Eles foram colocados lá em 2014, para comemorar os 50 anos da personagem.

Caso você resolva tirar sua foto com os personagens no domingo, saiba que você irá enfrentar uma fila considerável. Eu e meu namorado ficamos 30 minutos para conseguir nossa foto. Acredito que durante a semana, quando não acontece a feira, seja bem mais tranquilo.

A estátua não está ali por acaso. No número 371 da Calle Chile, morou o “pai” da Mafalda, o jornalista Quino. Ele morava ali quando criou a personagem e resolveu dar o mesmo endereço à menina.

Após nossa foto com a personagem, saí mais feliz – mesmo com os pés doendo – e mais a frente encontrei outra filial da OhMyLove, que já contei aqui que foi minha loja favorita na cidade.

Andamos toda a feira e chegamos na Plaza de Mayo por volta das 15h. Eu e meu namorado pensamos que o passeio pela Feira de San Telmo fosse durar mais, por isso tínhamos reservado a tarde inteira para ele. Como só precisávamos estar no hotel por volta das 19h para jantar, arrumar-nos e ir assistir o show de Tango, decidimos fazer o tour pela Casa Rosada, que fica para o próximo post!

Mais sobreDanielle

Carioca apaixonada por brigadeiro e batata-frita. Não necessariamente nessa ordem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *